1. Home
  2. Notícias

MEI: Declarações de Imposto de Renda 2018

08/03/2018

Tendo em vista sua duplicidade de personalidade, física e jurídica, o MEI muitas vezes tem dúvidas quanto à declaração de Imposto de Renda. Utilizaremos o presente artigo para esclarecer o maior número de questões possíveis. São basicamente duas declarações distintas.

Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-SIMEI)
Esta é sua declaração anual como pessoa jurídica, ou seja, é a declaração específica da sua condição de MEI.

Essa declaração deve ser feita por todo MEI que esteja com sua situação ativa, não importa se teve um rendimento de R$ 1 ou de R$ 60 mil, todo MEI ativo deve fazer a Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-SIMEI).

Não fazer essa declaração anual pode, inclusive, fazer com que você perca sua condição de MEI.

Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF
Essa é a declaração que todas as pessoas físicas, não isentas, devem fazer. Não confundir com a primeira declaração que falamos, uma não exclui a outra, são coisas completamente distintas.

Em relação à declaração a ser feita no ano de 2018, devem declarar quem teve, em 2017: rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70; rendimentos isentos acima de R$ 40 mil; qualquer ganho de capital; ou ter propriedade com valor maior que R$ 300 mil.

Assim, se você como MEI se enquadrar nas situações acima, deve também fazer a declaração de pessoa física.

Importante ressaltar que parte dos rendimentos que você obtêm como MEI são isentos, veja agora como calcular.

A isenção depende da área de atuação, conforme abaixo:
Considerando a receita bruta:
8% – Para comércio, indústria e transporte de carga 16% – Para transporte de passageiros 32% – Para serviços em geral
Pois bem, digamos que você trabalhe com serviços. Digamos, também, que você teve uma receita bruta em 2017 igual ao limite de R$ 60 mil.

Como a isenção para serviços é de 32% da receita bruta, sua parcela isenta seria de R$ 19.200. Esse valor deve ser declarado no IR como “Rendimentos Isentos – Lucros e Dividendos Recebidos pelo Titular”.

Agora vamos calcular o lucro. Digamos que você teve como despesas comprovadas o valor de R$10 mil no ano de 2017. Como você teve rendimentos de R$ 60 mil, seu lucro seria o rendimento-despesas, no caso, R$ 60000- R$ 10000, o que daria R$ 50 mil de lucro.

O lucro que você obtém como MEI é tributável para fins de Imposto de Renda. Para calcular a parcela do lucro que é tributável, basta pegar o lucro e subtrair o parcela isenta calculada no início.

Em nosso exemplo o lucro foi de R$ 50 mil e a parcela isenta de R$ 19.200,00 nesse caso, a parcela tributável é de R$ 50.000-R$ 19.200, ou seja, R$ 30.800,00

Em nosso exemplo, como o valor tributável (R$ 30.800) ficou acima do limite de isenção de IR (R$ 28.559,70), o MEI estaria obrigado a fazer a declaração de Imposto de Renda de pessoa física.

Caso você tenha dificuldades para cálculos e preenchimento da declaração, recomendamos que procure um contador.

Esperamos, com o presente artigo, ter esclarecido um pouco mais sobre a Declarações de Imposto de Renda 2018 do MEI.
Fonte: PortalMEI.org

Outras Notícias

Indenização pelo não pagamento de verbas rescisórias requer demonstração do dano moral

19/10/2018
A Quinta Turma excluiu da condenação imposta ao Município de São José do Rio Pardo (SP) e à Serviços e Obras Sociais (SOS) o pagamento de indenização por dano moral a uma empregada em...
Ler Notícia

Brasil abre 22,8 mil novas vagas formais para pessoas com deficiência em 2017

19/10/2018
De acordo com a pasta, o aumento de vagas é resultado da fiscalização do governo federal para que as empresas cumpram a legislação e garantam vagas para pessoas com deficiência. Fonte: Governo Federal com...
Ler Notícia

Superintendência fecha acordos para emissão de carteira de trabalho em 9 municípios

19/10/2018
A Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo (SRT-SP) firmou no dia 16 de outubro, nove acordos de cooperação técnica para emissão de carteira de trabalho com as prefeituras de Itarapina,...
Ler Notícia

Ministério encontra 1.246 trabalhadores em condições análogas às de escravo

19/10/2018
Os auditores-fiscais do Ministério do Trabalho encontraram 1.246 pessoas em situações análogas às de escravo entre janeiro e a primeira quinzena de outubro de 2018. O número já é 93% maior do...
Ler Notícia

Informações importantes para empresas com endividamento bancário alto

19/10/2018
  Ter recursos próprios para conduzir uma empresa é o sonho de qualquer empresário, poder trabalhar sem endividamento, porém, é quase que impossível; e o mais importante é que muitas vezes...
Ler Notícia

+ Notícias

Nossos Produtos e Soluções